Avril Lavigne entrega show nostálgico e realiza pedido de fãs

avril lavigne
Foto: Reprodução/Instagram
- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Após 7 anos longe do Brasil, Avril Lavigne, a musa punk rock de toda uma geração, retornou ao país com a sua turnê do último álbum “Love Sux”. A canadense, que é parte do line-up do Rock In Rio 2022, fez show solo no Espaço Unimed na quarta-feira (07) com show de abertura da cantora Day Limns.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

A primeira apresentação da noite começou às 20h30 e aqueles que ainda não conheciam Day, certamente se impressionaram com o seu vocal e presença de palco. Além de músicas autorais, a artista incluiu um cover nostálgico, a música “Na Sua Estante”, da Pitty.

- ANUNCIE AQUI -

Por volta das 22h, com 30 minutos de atraso, o tão esperado momento da noite teve início. O palco ganhou vida com Avril Lavigne e sua banda, sendo “Cannonball”, música do último disco, a primeira do setlist. Setlist, aliás, que não trouxe grandes novidades daquele previamente divulgado pela produtora Eventim.

- ANUNCIE AQUI -

A noite seguiu com “Bite Me” e “What The Hell” até chegar ao que os fãs realmente estavam procurando, as clássicas de Lavigne que a tornaram uma estrela do punk rock nos anos 2000. O hit “Complicated” despertou a plateia e com “My Happy Ending” não foi diferente, mas era um tanto quanto nítido que Avril não estava acompanhando o ânimo da galera. A Avril Lavigne eufórica, inquieta no palco e dona dos clássicos “chutes no ar” ao longo dos seus shows não veio.

- ANUNCIE AQUI -

Após as antigas, o single “Smile”, de 2011, foi um respiro para a entrada de “Losing Grip”, do álbum “Let Go”, que voltou a deixar a plateia delirante. As canções que seguiram não trouxeram grandes surpresas, “Love It When You Hate Me”, “Hello Kitty”, “Girlfriend” e “Bois Lies” renderam coros dos fãs, mas era um sentimento generalizado de “queremos mais”.

O hino da noite foi “Sk8er Boi”, um dos hits emblemáticos da canadense, inclusive era notável a presença de fãs com a clássica gravata, acessório que se tornou símbolo da Lavigne dos anos 2000.

- ANUNCIE AQUI -

As esperadas surpresas do setlist vieram no singular. Nos últimos minutos do show, a cantora compartilhou que após inúmeros pedidos via Instagram, ela cantaria “Avalanche” pela primeira vez ao vivo. A música foi um afago para quem estava ali à espera de uma apresentação memorável, mas que deixou a desejar. De 2002 direto para 2022, Avril Lavigne fechou a noite com “I’m With You”.

É fato que, mesmo a realidade não seguindo a expectativa, o momento, além de nostálgico para um público que já está lá nos seus 30 anos e acompanhou a carreira de Lavigne, é daqueles que vale a pena viver para contar a história. A canadense ainda se apresenta no Rock In Rio no dia 9 de setembro.

- PUBLICIDADE -

Resenha por Juliane Romanini.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Avril Lavigne, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e sua família. Não se esqueça que a vacinação contra a COVID já está disponível em todo o Brasil. Aqueles que já receberam a 1ª e a 2ª dose, lembrem-se de tomar a dose complementar e mesmo após vacinação completa, é necessário seguir as medidas de cuidado necessárias para contermos o coronavírus. Cuide-se!

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Jornalista e apaixonada por música desde que se conhece por gente.