Na última semana, a Nação da Música apresentou um pouco mais da história do músico britânico Ed Sheeran, como você pode acompanhar aqui. Sheeran, que é um dos grandes nomes da música pop atual, alcançou tal degrau em sua carreira de forma arrebatadora. Tendo apenas dois discos oficiais lançados, e alguns EPs divulgados em formato digital, Ed é figura carimbada no topo das paradas desde 2012.

Após alguns EPs e singles, em 9 de setembro de 2011 Ed Sheeran lança o seu aguardado álbum de estreia. Intitulado de “+” (plus), o registro foi lançado pela gigante Atlantic Records e marcou um passo importante que tirou Ed do turbilhão de expectativas, para os holofotes do mainstream. O disco possui produção do vencedor do Grammy Jake Gosling, que é conhecido por seus trabalhos com artistas novos como o One Direction.

O disco também contou com a produção adicional de No I.D., conhecido produtor de hip-hop norte-americano e que já trabalhou com nomes do calibre de Kanye West, Jay Z e NAS. “+” foi trabalhado exaustivamente por Sheeran, rendendo ascensão metórica ao cantor através do single de estreia, a balada “The A Team”, e também com produções versáteis, como “You Need Me, I Don’t Need You” e “Give Me Love”. No total, o disco contou com seis músicas de trabalho oficiais e vendeu, e vendeu 1 milhão e 800 mil cópias só no Reino Unido.

Depois de trabalhar por muito tempo com “+”, Sheeran seguiu no mundo matemático e em 2014 mostrou que é capaz de multiplicar os bons trabalhos. No dia 20 de junho chegava às lojas o aguardado “X” (multiply). Para muitos, o segundo trabalho de um artista é de extremante importância para medir qual a real importância de sua produção para o mundo da música. E, mais uma vez, Ed Sheeran mostrou-se um músico completo. Apesar de manter a parceria com Jake Gosling, Ed buscou mais auxilio para a produção de seu novo material. Entre eles os gigantes Benny Blanco (Britney Spears, Maroon 5) e o premiado Rick Rubin.

Mantendo a mistura de influencias variadas, combinando-as com suas versatilidade, Ed conseguiu cumprir e, até mesmo superar, as expectativas geradas em torno de seu segundo disco. O álbum, que já conta com 4 singles lançados, entre eles “Sing” e “Thinking Out Loud”, chegou ao topo das paradas de inúmeros países e está prestes a alcançar o número de vendas de “+” no Reino Unido. “X” também ganhou o prêmio de disco de mais executado através de servições de stream em 2014, com impressionantes 430 milhões de execuções.

- PUBLICIDADE -

Não deixe de curtir nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades do mundo da música, de Ed Sheeran e da Nação da Música!