Bandas de A-Z: Especial The Script (Segunda Parte – Discografia)

The Script

Chegamos na segunda parte do especial do The Script aqui na Nação da Música. Desta vez vamos conhecer um pouco dos quatro álbuns lançado pelos irlandeses ao longo de sua carreira, que começou em 2001 e também conta com outros quatro EPs lançados. O primeiro disco lançado pelo grupo foi o material autointitulado, que chegou às lojas pela gravadora Phonogenic em 2008.

“The Script” é recheado de singles radiofônicos, como “We Cry”, “The Man Who Can’t Be Moved” e, principalmente, “Breakeven”, uma das mais populares músicas da banda até hoje. O primeiro registro do The Script contou com a produção de seus próprios integrantes, que já trabalhavam com isso antes de iniciar o projeto. O debut teve um ótimo desempenho nas paradas, alcançando o primeiro lugar tanto na Irlanda como no Reino Unido, além de figurar nas paradas em outros países.

Mantendo o sucesso de seu antecessor, dois anos após a banda lançava “Science And Faith”, pela Epic Records. Além de manter os integrantes na produção e Andrew Frampton, o time contou com a adição de Steve Kipner no trabalho. Kipner é um conhecido compositor e produtor, que já assinou grandes trabalhos ao lado de nomes como Olivia Newton-John, Christina Aguilera e Natasha Bedingfield. O registro conseguiu ser ainda melhor que seu antecessor, e repetiu as primeiras colocações na terra natal do The Script e no Reino Unido.

“#3”, como o próprio nome deixa claro, foi o terceiro lançamento da banda, também sendo lançado só dois anos após o seu antecessor. Desta vez trazendo a produção assinada somente por Danny e Mark, o álbum acompanhou algumas experimentações na sonoridade do The Script, além de uma bem sucedida parceria com o rapper Will.I.Am no single “Hall Of Fame”. Novamente a banda atingiu sucesso global e paradas musicais com suas baladas de pop-rock.

O último disco lançado pelo The Script, e que deve ser aqueles que doará o maior número de canções para o setlist que o grupo apresentará no Rock In Rio 2015, é “No Sound Without Silence”, que chegou às lojas em setembro de 2014. Marcando o retorno do grupo a Phonogenic, Danny e Mark voltaram a repetir as parcerias com Andrew Frampton e Steve Kipner. O material, gravado inteiramente durante a tour de “#3”, em um estúdio no ônibus de turnê, tem músicas com teor grandioso, pretendido pela banda durante a gravação, e foi um sucesso de vendas.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades do mundo da música. Ouça “No Sound Without Silence”, o mais recente disco do The Script!

COMPARTILHAR
Vicente Pardo: Editor do Nação da Música desde 2012, formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas em 2014. A música sempre foi sua paixão e não consegue viver sem ela. É viciado em procurar artistas novos e não consegue se manter ouvindo a mesma coisa por muito tempo. Também é um apaixonado por séries de TV e cultura pop.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!