Conheça a banda Light Years

light years

- PUBLICIDADE -
Melim
- PUBLICIDADE -
Maneva
Melim

- PUBLICIDADE -
Maneva

Não lembro como descobri a banda de hoje, mas o último álbum deles foi a trilha sonora das minhas férias de janeiro. Então, apresento: Light Years!

- PUBLICIDADE -

Light Years foi formada em 2009 com influência do blink-182 (como sempre, né?) por Pat Kennedy, Tommy Englert, Andrew Foerst e Kent Sliney, em Cleveland, OH. O debute dos caras foi por meio do Bandcamp, com o lançamento do EP “This Will Come Back To Haunt You“, com oito faixas, em setembro de 2010. Demorou cerca de um ano e meio até o sucessor chegar na internet. Intitulado “Just Between Us“, o extended play é um pouco mais curto, com somente cinco canções, porém já apresenta uma sonoridade mais evoluída.

- PUBLICIDADE -

2013 foi o ano que o Light Years deu um passo maior e realizou o sonho do disco de estreia: “I Won’t Hold This Against You“, lançado pela gravadora Paper + Plastick Records, que conta com 12 faixas inéditas produzidas por Will Yip (Citizen, La Dispute, Man Overboard e mais). No ano seguinte mais dois EPs chegaram: um material somente de acústicos, o “Acoustics“, de apenas três músicas já lançadas anteriormente no álbum de estreia; o “Temporary“, de inéditas, e ambos sob o selo da Animal Style Records.

- PUBLICIDADE -

Em junho de 2015, os caras anunciaram que a partir de então faziam parte da gravadora Rude Records, e que o segundo álbum de estúdio já estava a caminho. Não demorou e, em novembro do mesmo ano o disco “I’ll See You When I See You” chegou às lojas contendo 13 músicas, também produzido por Will Yip.

Videoclipes: World Burns Out (2012), Parking Lots (2013), My Whole Life (2015) e Living I Hell (2015).

- PUBLICIDADE -

Redes sociais: Facebook e Twitter.

Não deixe curtir nossa página no Facebook para acompanhar todas as novidades do Light Years e da Nação da Música.

- PUBLICIDADE -
Bárbara Araujo: Carioca que tem São Paulo como casa desde 2009, estuda Jornalismo e escreve para a Nação da Música desde 2014. Passa mais tempo ouvindo música e assistindo a vídeos de shows do que qualquer outra coisa. Ainda compra CD, ama pop-punk, cachorros e é facilmente encontrada em shows.