Entrevista: Alex Aiono fala sobre shows no Brasil e influências musicais

Foto: Divulgação

Com apenas 21 anos de idade, o americano Alex Aiono já coleciona mais de 5 milhões de inscritos no seu canal de YouTube e mais de 600 milhões de visualizações nos seus vídeos. O cantor e multi-instrumentista foi descoberto na plataforma e, hoje, possui contrato assinado com a Interscope, selo da Universal Music e está se preparando para lançar seu primeiro trabalho completo.

Com alguns singles próprios divulgados, como “Work The Middle” e “Does It Feel Like Falling”, Alex já viaja pelo mundo apresentando sua música. Na última semana, o artista esteve no Brasil para ser atração de abertura dos shows da girlband Fifth Harmony.

Nação da Música teve a oportunidade de conversar com Alex Aiono logo após seu show no festival Villa Mix, em São Paulo, neste sábado (07).

Entrevista feita por Marina Moia.

————————————————————————————————————— Leia a íntegra

Você está no Brasil! Como tem sido a viagem pelo país e os shows por aqui?
Alex: 
Tem sido tão bom! A gente só está aqui há uma semana e passamos muito tempo encontrando com os fãs, saindo… Todos os lugares que vamos, seja na praia, na hotel, nos shows, tem tantos fãs nos esperando. É muito empolgante poder conhece-los. Os shows foram incríveis, os fãs são incríveis e as tigelas de Açaí são maravilhosas!

É sua primeira vez no país, certo? Teve tempo de visitar alguns lugares e experimentar comidas típicas? Além do Açaí, claro…
Alex: 
É a minha primeira vez no Brasil! Ontem, na verdade, nós passeamos um pouco pelo Rio de Janeiro. Conseguimos ir no Cristo Redentor, fomos à praia e com certeza experimentamos várias comidas. Pão de queijo, brigadeiro e outros pratos que são muito, muito deliciosos. Definitivamente quero voltar para conhecer mais e também comer mais!

Já vi alguns vídeos em que você canta em espanhol, mas conhece algum(a) artista do Brasil? Talvez você poderia fazer algum cover brasileiro no seu canal…
Alex: 
Na verdade, desde que cheguei aqui, eu fui apresentado a muitos artistas que são realmente incríveis. Eu descobri a Anitta e ela é demais! Se eu fosse fazer um cover, eu definitivamente gostaria de fazer de uma de suas músicas. Talvez até quando eu voltar ao Brasil, eu poderia cantar com ela, o que seria muito legal!

Você começou sua carreira postando vídeos de covers no YouTube e agora possui um contrato com a Interscope e está lançando músicas próprias. Como você se sente com toda essa jornada? Era algo que você esperava acontecer tão rápido?
Alex: 
Primeiro de tudo, eu acordo todos os dias e me sinto muito sortudo que eu faço o que eu amo e consigo explorar e viajar para diversos lugares no mundo. Quando eu era criança, definitivamente era algo que eu já queria fazer e sonhava em realizar essa possibilidade. Eu sempre esperei que acontecesse e sempre trabalhei focado para que essas coisas acontecessem de fato. Por isso que realizar esses sonhos é tão incrível para mim!

Tem alguma dica para quem está começando agora, indo pelo mesmo caminho que o seu?
Alex: 
Acredito que meu maior conselho é: divirtam-se! Muitas pessoas, inclusive eu mesmo, se pressionam para conseguir muitas visualizações ou para ganhar milhares de seguidores. Toda vez que penso nessas coisas, eu não me divirto e não funciona pra mim. Toda vez que eu foco em me divertir e em fazer o melhor vídeo que eu posso, é assim que o vídeo consegue mais visualizações e é quando eu sou mais feliz.

O que podemos esperar do seu primeiro trabalho?
Alex: 
Cara… Eu olho para as músicas que já divulguei, “Work The Middle”, “Question” e “Does It Feel Like Falling” e até mesmo “Hot2Touch”, que lancei com com Felix Jaehn, e tem tanta energia boa, letras em que eu realmente acredito e amo. Mesmo “Work The Middle”, que é sobre ver uma garota e querer chama-la para sair. Todas expressam sentimentos que eu realmente tenho. Quando eu lançar meu álbum ou meu EP ou até mesmo os próximos singles, eu quero continuar! Quero continuar contando a minha história e sendo honesto sobre quem eu sou.

Você trabalhou com Trinidad Cardona no seu single mais recente, “Does It Feel Like Falling”. Como foi?
Alex: 
Trinidad é incrível! Quando gravamos o videoclipe, nós ríamos sem parar! Ele é muito engraçado e super gentil. Ele é um dos meus artistas favoritos, quando se trata de novos músicos. Ele tem uma música chamada “Jennifer”, que eu encontrei online e fiquei obcecado por ela! Eu fiquei muito feliz quando ele me disse que aceitaria participar da minha música. Agora nós vamos entrar em turnê juntos e é incrível! Acho que logo seremos melhores amigos!

Com quais bandas ou artistas você gostaria de colaborar no futuro?
Alex: 
Eu sempre penso no Pharrell porque ele é uma das minhas maiores influências. Mas eu realmente amo qualquer artista que é verdadeiro com si mesmo. Como Khalid, como Justin Timberlake e até mesmo vários rappers, como Chance The Rapper ou seu irmão mais novo, Taylor Bennett. Eu amo muito, muito trabalhar com pessoas que são verdadeiras e fiéis a si mesmo!

Nos videoclipes que já lançou, você provou que também possui muito talento para dança. É algo que você sempre gostou? Quais são suas inspirações?
Alex: 
Eu me inspiro em artistas como Michael Jackson ou Justin Timberlake, que incorporam a dança tão bem na sua arte. Mas eu também gosto de artistas como Drake, que não é um dançarino estereotipado, mas que ama subir no palco, se mexer e se divertir! Para mim, dançar é sobre aproveitar a si mesmo, seja fazendo o movimento ou a coreografia mais difícil de todas ou apenas se movendo do jeito que você sente que deve se mover.

O que podemos esperar de Alex Aiono neste final de 2017 e no próximo ano?
Alex: 
Nossa, isso é muito tempo! [risos] Eu olho para este último ano e nós viajamos pelo mundo diversas vezes, fizemos shows em diversos países, lançamos músicas novas. Eu simplesmente quero continuar a fazer isso. Quero continuar a crescer. Espero que no futuro a gente se apresente em lugares maiores, que a gente consiga lançar mais músicas ainda e viajar mais pelo mundo. Se a gente viajou pelo mundo 3 vezes neste ano, então quero que a gente viaje 5 vezes no ano que vem, sabe? Definitivamente quero continuar fazendo o que eu amo, conhecendo os fãs e me divertindo.

Quer deixar uma mensagem para os fãs brasileiros?
Alex: 
Sim! Quero agradecê-los por tudo! Minha passagem por aqui já acabou, mas quero agradecer a todos no Brasil. Os fãs, os responsáveis por promoverem os shows, Fifth Harmony e até a gravadora aqui no país. Muito obrigado por todo o amor, apoio e por me ajudarem a ter a melhor viagem possível enquanto eu estava aqui. Eu definitivamente quero voltar logo. Eu te amo! [em português].

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte Alex Aiono e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.

COMPARTILHAR

Jornalista, bauruense de coração e apaixonada por música desde que se conhece por gente. Viciada em séries, amante de livros e colecionadora de batons coloridos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!