James Blunt
Divulgação

Em pouco menos de um mês, o britânico James Blunt estará em terras brasileiras, mais especificamente em São Paulo, para show único da turnê de seu mais recente disco, “The Afterlove”, lançado em março de 2017.

O álbum possui músicas em parceria com Ed Sheeran e Ryan Tedder (OneRepublic) e é o quinto da carreira de Blunt, sucedendo “Moon Landing”, de 2013.

Nação da Música conversou com James sobre o show no Brasil, a produção do novo disco e também sobre o que está por vir em sua carreira neste novo ano.

Entrevista feita por Marina Moia.

————————————————————————————————————— Leia a íntegra

Logo você estará no Brasil para mais um show! O que os fãs podem esperar dessa vez e da setlist que você escolheu?
James: 
Estou muito empolgado para voltar! Já estive no Brasil muitas vezes e todas as experiências foram realmente marcantes. Estamos nessa turnê mundial, do disco “The Afterlove”, e nós já passamos por lugares como América do Norte e Europa, mas todos esses shows têm sido ensaios para as pessoas importantes, que são vocês, em São Paulo, muito em breve!

- PUBLICIDADE -

O legal dessa turnê é que tenho a oportunidade de sempre praticar e ensaiar as músicas deste novo disco todas as noites para vocês, e consigo ver quais funcionam e quais não funcionam no palco.

Eu sei que muitas músicas do novo álbum funcionam ao vivo, mas sei também que as pessoas que compram os ingressos querem ouvir certas músicas durante o show, como “You’re Beautiful”, “Goodbye My Lover”, “Same Mistake”, “1973” e “Bonfire Heart”. É como um show de “greatest hits”: tocamos músicas de todos os álbuns. E será uma noite incrível!

Como você disse, não é a primeira vez que você se apresenta aqui. O que você mais gosta no Brasil e o que se recorda das outras vezes que esteve no país?
James: 
O que eu mais gosto são as pessoas! Vocês têm música no sangue. Eu toco as mesmas músicas todas às noites pelo mundo, mas ainda assim, os brasileiros são os que mais nos retribuem e nos surpreendem, com sua personalidade e caráter.

É um lugar fantástico! Eu fui pela primeira vez com Elton John, depois disso fiz duas turnês minhas e o público foi incrível em cada uma das noites. Então, nós estamos muito empolgados em poder voltar.

- PUBLICIDADE -

“The Afterlove” é um disco muito bom e sei que você trabalhou nele por cerca de dois anos, compondo as músicas. Quão diferente foi o processo criativo deste trabalho em relação aos anteriores?
James: 
Desta vez foi um processo mais longo, escrevi mais músicas e tinha muito sobre o que escrever, muita inspiração. Tomei meu tempo para fazer um disco realmente especial. Claro que também trabalhei com pessoas incríveis, como Ryan Tedder, do OneRepublic, e Ed Sheeran. Mas o mais importante é que muita coisa aconteceu comigo nos últimos anos, coisas boas e coisas trágicas. Muitos fatos pessoais que mudaram minha vida e que eu precisei escrever sobre. É um trabalho muito pessoal, com várias músicas especiais para mim.

Como foi trabalhar no estúdio com nomes como Ryan Tedder e Ed Sheeran, que inclusive é seu amigo pessoal?
James: 
Ed e eu estamos esquiando numas férias e escrevendo em basicamente um dia juntos. Sabe, para escrever uma música que é tão pessoal, então que seja com alguém que te entenda. Mas com ele foi só uma música. Já Ryan e eu temos um longo histórico de composição juntos e conseguimos escrever em qualquer lugar, seja num estúdio em Londres ou ao lado do palco do MTV Awards. Ele realmente entende onde eu quero chegar, então é uma relação de trabalho maravilhosa.

Falando em colaborações, você já trabalhou com muita gente durante a sua carreira. Existe alguém ou alguma banda com quem você gostaria de gravar algum dia?
James: 
Sou um grande fã do The Weeknd! Os álbuns que ele já lançou são fantásticos. Eu trabalho com algumas pessoas em comum com ele, como Stephan Moccio, com quem escrevi a faixa “California”, que eu adoro. Então, realmente adoro o que ele faz.

Sei que você lançou o álbum há menos de um ano, mas o que podemos esperar de James Blunt em 2018? Novo disco? Mais turnês?
James: 
A prioridade, com certeza, é a turnê. Mas eu estou no estúdio, escrevendo e gravando agora.

Que legal! Pode nos contar algo sobre o que está produzindo?
James: 
Acho que ainda não [risos]!

- PUBLICIDADE -

Gostaria de mandar uma mensagem aos fãs brasileiros?
James: 
Sim! Mal posso esperar para ver vocês! Já fazem três anos! A última vez que fui, foram numas férias e é o lugar mais especial do mundo, com a plateia mais especial do mundo. Vejo vocês em breve!

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem James Blunt, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!