Entrevistamos Madre Sun sobre EP de estreia “The Speed Of Light”

madre sun
Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -
Siga @nacaodamusica no Twitter
- PUBLICIDADE -
Siga @nacaodamusica no Twitter

No final de julho, a banda Madre Sun divulgou o EP de estreia “The Speed Of Light”, que conta com faixas como “Trick Up The Sleeve” e “Puzzle”. O grupo é formado pelos irmãos Eduardo e Matt Cavina, o baterista paulistano Flipi Stipp e o guitarrista Tyson Schenker.

A Nação da Música teve a oportunidade de conversar com a banda sobre o lançamento do primeiro EP da carreira, a mistura de nacionalidades entre os integrantes e também as influências deles.

- PUBLICIDADE -

Entrevista por Marina Moia.
————————————– Leia a íntegra:
Olá! Obrigada por falarem com a Nação da Música! O EP de estreia “The Speed of Light” foi lançado há algumas semanas e posso imaginar como vocês estão, com esse marco da carreira. Como foi o processo de criação e de produção deste trabalho de estúdio, que foi gravado ao vivo?
Eduardo Cavina: Estamos muito felizes com o feedback do público até agora, contentes de ver que nosso trabalho está sendo tão bem aceito. O EP foi gravado em um estúdio em Cambridge/UK, gravamos as 5 músicas em 5 dias. Foram sessões ao vivo, captadas de uma forma muito orgânica e natural, onde todos os integrantes da banda desenvolveram um processo criativo, juntamente com os produtores Bill Campbell e Matt Taylor.

Madre Sun é uma banda inglesa formada por brasileiros. Como funciona essa mistura de nacionalidades e culturas dentro do grupo e entre vocês?
Matt Cavina: Desde o começo foi tudo muito natural. Sempre deixamos a música falar em primeiro lugar, pois dessa forma toda a diferença cultural ou de nacionalidade só agregam na ideia final, que é sempre a música.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Para quem ainda está conhecendo o som da banda, como vocês descreveriam a Madre Sun? Quais são as principais influências?
Eduardo Cavina: Eu descrevo o Madre Sun como uma banda de Rock N’Roll. Todos da banda têm diferentes influências, porém nos encontramos sempre na nossa música. Eu particularmente tenho influências do Blues da década de 20 até o Metal extremo atual. Como você pode ver, é uma grande mistura de estilos da qual nós mesmos nos permitimos fazer em prol da nossa música.

Agora que o EP está no mundo, quais são os próximos planos e metas da Madre Sun? O que podemos esperar de vocês?
Eduardo Cavina: Enquanto não é seguro fazer shows, continuaremos na produção e composição do nosso próximo álbum, que já está praticamente pronto para entrarmos em estúdio e grava-lo. E tenho certeza que quem gostou do EP vai gostar ainda mais do álbum completo, pois tem muita coisa boa vindo aí.

- PUBLICIDADE -

Gostariam de deixar um recado aos leitores da Nação da Música?
Matt Cavina: Gostaria de agradecer a todos os leitores da Nação da Música pela atenção e espero que curtam esse EP, que é só o começo do que está por vir ainda.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Madre Sun, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -