Foto: Shervin Lainez

Depois de fazer sucesso com “Catch & Release”, o cantor norte-americano Matt Simons está se preparando para divulgar seu próximo álbum de estúdio, que já possui o primeiro single: “We Can Do Better”.

O músico estourou principalmente nas rádios e paradas europeias, para depois começar a fazer sucesso no seu país natal. Já no Brasil, Matt esteve por aqui para algumas pequenas apresentações durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

Nação da Música teve a oportunidade de conversar com Matt Simons sobre o que esperar do próximo trabalho, as inspirações por trás do single “We Can Do Better” e também sobre a passagem pelo Brasil.

Entrevista por Marina Moia.

——————————————————————————————————————— Leia a íntegra

Oi, Matt! Vamos começar falando sobre seu lançamento mais recente, “We Can Do Better”. Como foi o processo criativo desta vez?
Matt: Foi muito interessante, muito divertido. Na verdade foi a primeira música do ano que escrevi, no ano passado, alguns dias depois do ano novo. Eu estava prestes a pedir minha namorada em casamento e estávamos falando sobre casamento, se tudo realmente vale a pena, por que as pessoas não se casam tanto quanto antigamente, esses tipos de sentimentos. E sei que muitas pessoas se sentem assim também.

- PUBLICIDADE -

Nós então decidimos escrever um hino em apoio a casar e assumir este compromisso. E também sobre, espero, fazer um trabalho melhor do que a geração passada.

Como foi a experiência de trabalhar com crianças no videoclipe da música e também com Beatrice Pegard?
Matt: Foi realmente maravilhoso. As crianças são muito talentosas, foi uma gravação de apenas um dia, e eles acertaram em tudo. A visão de Beatrice para o trabalho foi muito única e ela tem uma ótima mente, assim como as crianças têm muito talento.

O que você pode me contar sobre o novo disco? Já está finalizado? O que os fãs podem esperar desta vez?
Matt: Nós estamos dando os toques finais no álbum agora, mas acredito que vamos lançar uma nova música nos próximos meses. Estou muito empolgado para ouvirem esta! Talvez lançaremos mais alguma coisa no outono [americano; primavera brasileira] e dai no ano que vem iremos divulgar o álbum completo.

Ouvi recentemente sua colaboração com Claptone na música “Wildside”! Como surgiu essa parceria e como foi trabalhar com ele?
Matt: Foi muito legal e muito fácil. Eles simplesmente me mandaram uma faixa e eu escrevi a melodia e a letra em cima daquilo. Foi algo que aconteceu de maneira muito rápida e uma daquelas coisas que quando funciona, funciona!

- PUBLICIDADE -

Há alguma banda ou artista com quem você gostaria de fazer uma parceria no futuro?
Matt: Definitivamente! Eu adoraria colaborar mais com artistas da EDM [música eletrônica]. É uma maneira ótima de atingir um grande público e tem espaço para o tipo de música que eu faço, as melodias se encaixam nesse gênero. Gostaria de explorar um pouco mais disso. Seria muito interessante.

“Catch & Release” foi um grande hit, especialmente na Europa. Você sentiu alguma pressão ao voltar para o estúdio e gravar as músicas para o novo disco?
Matt: Para ser sincero, eu me senti aliviado. Como aquela música foi tão bem, a pressão não existia agora. Eu estava livre para fazer minhas próprias coisas, sabe? Sinto que ter um hit faz com que seja mais fácil ter novos hits, espero que isso faça sentido [risos]. Eu não gosto de me comparar com meu eu de 3 ou 4 anos atrás, sempre acho que devemos continuar mudando e evoluindo.

Você já esteve aqui no Brasil! Como foi a experiência pra você?
Matt: Muito, muito fabuloso e divertido! Fui durante as Olimpíadas e a energia no Rio de Janeiro estava incrível. Eu queria ter conhecido mais do país. Eu amei o Rio, mas adoraria ter ido para outras regiões do Brasil. Espero que isso possa acontecer em breve.

Sei que você irá fazer uma turnê na Europa em alguns meses. Algum plano para voltar ao Brasil?
Matt: No momento, ainda não há planos, mas estamos tentando montar algo. Talvez fazer alguns shows pelo país… Ainda não conseguimos colocar em prática, mas é definitivamente uma prioridade. Eu adoraria voltar ao Brasil e conseguir explorar um pouco mais.

Gostaria de mandar uma mensagem para os fãs brasileiros?
Matt: Sim! Quero agradecer a todos por me ouvirem e que espero visitá-los novamente em breve!

- PUBLICIDADE -
Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte Matt Simons, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.