Com show marcado para este sábado (16) no Rock in Rio, o cantor americano Miguel já está em terras brasileiras. O músico se apresentará com o Emicida no Palco Sunset e, juntos, acabaram de lançar o single “Oásis”.

A Nação da Música teve a oportunidade de conversar com Miguel sobre o que esperar do encontro no festival, sobre a parceria e também sobre seus próximos trabalhos!

Entrevista feita por Marina Moia.

————————————————————————————————————— Leia a íntegra

Olá, Miguel! Já está aproveitando o Brasil?
Miguel: 
Com certeza! É lindo aqui.

É sua primeira vez, certo?
Miguel: 
Sim, é minha primeira vez.

- PUBLICIDADE -

Você vai tocar no Rock in Rio em alguns dias. O que podemos esperar do seu show?
Miguel: 
Podem esperar que seja selvagem e podem esperar que seja divertido, honesto, com alma e “funky”.

Não sei se você vai ficar no Rio por alguns dias a mais, mas está empolgado para assistir algum artista ou banda no festival?
Miguel: 
Nós ficaremos aqui até no domingo, acredito, então vou tentar absorver o máximo possível. Eu tenho alguns amigos que são daqui também, moram aqui, e podem me mostrar os arredores. Eu não sou muito de ter a típica experiência turística, então gosto de explorar coisas que eu realmente gosto e que às vezes não são tão turísticas. Como tenho amigos aqui, vai ser mais fácil…

No Rock in Rio, você vai dividir o palco com o Emicida, com quem você acabou de lançar uma música, “Oásis”. Como surgiu essa parceria e como foi trabalhar com ele?
Miguel: 
Estou muito empolgado com essa música! “Oásis” é uma música linda sobre ter uma companhia que realmente pode tirar sua mente de todos os problemas da vida. O mundo está ficando cada vez “menor” e o que fazemos afeta a nós mesmos. É fácil ficar estressado com os altos e baixos e todas as merdas que vêm acontecendo. Mas temos algumas pessoas nas nossas vidas que realmente trazem alegria, luz e amor para nós.

Quando você acha uma parceira, alguém com quem você pode realmente compartilhar suas experiências e que estará lá nos altos e baixos com você, é isso que é valioso e o que a música quer dizer. Emicida me convidou e eu realmente fiquei muito orgulhoso de fazer parte desse trabalho.

- PUBLICIDADE -

Tudo começou com o Rock in Rio! Fui chamado para tocar [no festival] e fiz uma pesquisa de artistas com quem eu possivelmente poderia colaborar e trabalhar. E Emicida foi uma decisão muito fácil! Nós temos muitos dos mesmos princípios e sinto que somos parecidos na maneira que somos ligados à música. Emicida vem de um lugar muito humilde, assim como eu, e ele fez o nome dele, assim como eu. Quer dizer, corrijo, ele teve que passar por muito, muito mais do que eu e eu acho que esse respeito [pelo seu passado] foi o que me atraiu pela sua música. Sua autenticidade foi o que fez a decisão ser muito fácil.

Eu estou muito feliz com essa parceria e quero que chegue logo sábado para que a gente toque junto! Estou empolgado.

Falando em colaborações, recentemente você repetiu a parceria com Travis Scott, no single “Sky Walker” e também cantou na faixa de Dua Lipa, “Lost In Your Light”. Como foi trabalhar com esses artistas?
Miguel: 
Tenho que dizer que sou um cara sortudo. Eu sou capaz de fazer música com pessoas que me inspiram, sabe? E acho que é por isso que as coisas funcionam desse jeito. A inspiração é recíproca… ser inspirado e inspirar outras pessoas. Trabalhar com artistas que pensam como eu, que possuem os mesmos objetivos e a mesma alma, e poder criar com eles, me divertir com eles… É tudo muito inspirador. Sou muito afortunado.

Trabalhar com a Dua foi muito fácil. Nós trabalhamos em Los Angeles, de onde eu sou. Eu gosto de dizer que ela é como um amuleto da sorte, por ela ter uma luz tão brilhante. Travis Scott é uma daquelas pessoas que nunca, nunca deixa de me surpreender. E é isso que eu amo nele e na música dele, na sua criatividade. Ele é capaz de sempre surpreender quem está ouvindo. E isso, num mundo onde qualquer informação é acessível, eu acredito que é mágica! Ele tem uma certa mágica nele.

Por eles serem inspirados por mim e vice-versa e por podermos criarmos juntos, isso é uma benção! Nós sempre tentamos trazer luz e alegria para as pessoas, para quem nos ouve, então fico sempre feliz de trabalhar com pessoas assim. O fato de que eu posso conhecer um artista que eu admiro e posso aprender sobre sua música e sobre ele e ser inspirado e ser uma inspiração, é uma das coisas na qual eu penso “poxa, sou muito abençoado!”. E feliz! [risos].

- PUBLICIDADE -

Tem planos para um novo disco ou pretende continuar a lançar singles por enquanto?
Miguel: 
É um “jogo” diferente agora, sabe? Música como um negócio é interessante e sou uma pessoa que curte álbuns. Eu amo discos, amo ideias que são capsuladas num trabalho só. Eu sempre serei esse tipo de pessoa, mas agora eu acho que estou mais focado em me reintroduzir e dar ao ouvinte algo novo de mim mesmo. Eventualmente, eu acredito que um álbum ou um trabalho surgirá, mas estou focado em ser criativo e dar isso ao pessoal que precisa disso, nestes dias.

Você planeja sair numa turnê própria, voltar ao Brasil, visitar mais cidades?
Miguel: 
Não há nenhum outro lugar para mim, a não ser o palco. Estou ansioso para fazer uma turnê, mas não vou sair em uma tão cedo. Mas enquanto isso, esse [festival] é um sonho que se tornou realidade! Estar no Rio para tocar no Rock in Rio… Isso é uma lenda, entende? Estar numa das cidades mais lindas do mundo, com algumas das pessoas mais lindas deste mundo, e ter a melhor plateia…

Eu sinto falta da turnê, não consigo imaginar minha vida sem isso. É uma das coisas que amo em poder criar músicas. Mas por enquanto estou levando dia após dia. Espero, algum dia, voltar para o Brasil para uma turnê porque aqui temos fãs muito, muito incríveis. Sou muito sortudo, mas agora estou levando um dia após o outro…

Gostaria de mandar uma mensagem para os fãs brasileiros?
Miguel: 
Oh meu Deus! Antes de tudo e o mais importante: obrigado! [Miguel falou a palavra em português]. Eu amo vocês demais! Por prestar atenção, por me descobrir e acompanhar minha jornada. Eu espero continuar fazendo música para vocês, que se tornem parte das suas memórias, que te deixem felizes, que façam vocês acreditarem na criatividade e que os inspirem a sonhar e a realizar esses sonhos, pois só vocês podem fazer isso! Vocês me inspiram a fazer isso por mim, então… vamos fazer juntos! Eu espero retornar o mais cedo possível Eu estou aqui apenas há um dia e já estou apaixonado [risos].

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte Miguel e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.