Entrevistamos The Hives sobre primeira turnê mundial digital

the hives
Foto: Göran Broberg
- PUBLICIDADE -
Maneva
- PUBLICIDADE -
Maneva

A banda sueca The Hives anunciou recentemente a“The World’s First World Wide Web World Tour”, que será a primeira turnê mundial digital, onde eles irão se apresentar remotamente para Berlim (21/01) , Londres (22/01), Nova Iorque (23/01), Sydney (28/01), São Paulo (29/01) e Estocolmo (30/01).

- PUBLICIDADE -

A Nação da Música teve a oportunidade de conversar com o guitarrista Nicholaus Arson sobre as expectativas para esta diferente turnê digital, a criatividade durante a pandemia e também sobre o disco gravado ao vivo na Third Man Records.

- PUBLICIDADE -

Entrevista por Marina Moia.

- PUBLICIDADE -

——————————————– Leia a íntegra:
A “The World’s First World Wide Web World Tour” é uma novidade que vocês criaram e que os fãs estão realmente empolgados para ver. O que podemos esperar dos shows? Qual a diferença entre esta turnê mundial digital e as lives que outros artistas e bandas têm feito durante a quarentena?
Nicholaus: Podemos esperar tudo de ótimo e todas as coisas Hives! Mais variedade quando se trata de escolha de músicas – nós mudamos as setlists mais vezes para manter as coisas interessantes tanto para nós como para os fãs.

- PUBLICIDADE -
Maneva
- PUBLICIDADE -
Maneva

A maior diferença é que é a The Hives fazendo, é claro. A Melhor Banda Ao Vivo do Planeta™. E além disso somos os únicos fazendo isso como uma turnê real e própria, com privação do sono e vários shows seguidos um do outro. Nós também somos os únicos que estamos focando numa cidade de cada vez. Nós queremos focar na audiência específica quando fazemos shows para sentir que estamos tocando para aquela plateia em específico e não apenas para um grande vazio mundial.

- PUBLICIDADE -

Desta maneira, podemos imaginar os rostos de Sydney ou os rostos de São Paulo ou os rostos de Londres quando fizermos estes shows. Podemos gritar “olá Berlim!” e imaginar as pessoas de Berlin respondendo “toquem mais rápido!” ou “vão para casa!” ou “vocês são os melhores que já existiram!”. Coisas assim.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Além disso, as pessoas podem votar nas músicas que vão entrar nas setlists e elas podem gravar mensagens de voz que vão ser misturadas com o som do público para o show. Nós também vamos usar barulho da plateia de cada cidade específica – então o show de São Paulo vai ter o barulho da plateia de São Paulo de outros shows anteriores, etc.

Como vocês estão se preparando para esta turnê?
Nicholaus: Ensaios comuns e um treino difícil de intervalo. Voz, guitarras, baterias, baixo, tudo na potência total. 100 repetições de 4 minutos cada com apenas 30 segundos de descanso entre cada intervalo. Ufa!

Além das turnês, como a pandemia afetou The Hives? Mexeu na criatividade da banda de alguma maneira?
Nicholaus: Bom, nós não fomos capazes de fazer nada, na verdade. Não podíamos ensaiar no começo porque não era permitido que a gente viajasse e nós moramos longe uns dos outros. Nós não podíamos viajar para ir aos estúdios gravar e etc. Então tudo acabou se tornando a preparação para começar a ensaiar ou para começar a gravar ou para começar qualquer coisa. Muito, muito entediante. Nós mudamos o foco e começamos a trabalhar com a World Wide Web World Tour. Isto tem sido muito divertido.

- PUBLICIDADE -

Ano passado, vocês lançaram o primeiro disco ao vivo da The Hives! Como foi a experiência de gravar na Third Man Records?
Nicholaus: Muito divertido! Nós já tínhamos ido e visitado a Third Man várias vezes antes e saído com as pessoas que conhecemos de lá. O lugar é incrível e nós sempre conversamos sobre fazer uma sessão lá e fazer algo com eles e finalmente aconteceu. Foi um show apropriado com um bom grupo de pessoas, lugar pequeno, suor, xingamentos e a música do The Hives.

Vocês estão com planos para lançar um novo disco? O que os fãs podem esperar do futuro da banda?
Nicholaus: Sim, definitivamente! Nós já temos dois álbuns prontos para ensaiar e gravar e outro álbum nos planos.

- PUBLICIDADE -

Vocês já se apresentaram no Brasil algumas vezes e os fãs amam demais os shows ao vivo da banda. O que você mais se lembra e/ou gostou dos shows no Brasil?
Nicholaus: Eu me lembro de shows em que suamos muito, com fãs muito apaixonados e muito churrasco com carne no espeto!

Gostaria de mandar uma mensagem aos fãs brasileiros?
Nicholaus: Vejo você em São Paulo no dia 29 de janeiro!

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam The Hives, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -