Após 12 anos, a dupla Sandy e Junior retorna aos palcos em turnê comemorativa que celebrará os 30 anos de carreira. Com mais de 10 shows confirmados e apresentações extras, em menos de 2 horas os ingressos onlines já estavam esgotados, tamanho a expressividade e sucesso do maior dueto juvenil do Brasil. 

Em entrevista ao Fantástico, a dupla diz estar ansiosa para o retorno e a cantora Sandy brincou ser engraçado cantarem músicas infanto-juvenis em um momento de total maturidade de ambos os irmãos.

Curiosamente, o álbum “As Quatro Estações” que aplacou a carreira de Sandy e Junior completa 20 anos e foi o oitavo disco de estúdio da dupla brasileira, lançado em outubro de 1999. Gravado entre estúdios do Rio de Janeiro e Los Angeles, foi produzido por Guto Graça Mello e Sergio Carrer. Nesse álbum, os irmãos estrearam como compositores e trouxeram à tona clássicos, com mais de cinco singles bem-sucedidos e a venda de mais de 2.5 milhões de cópias, sendo o álbum de estúdio de maior sucesso da dupla, que resultou em um certificado de diamante duplo. 

Entre as curiosidades, na época do lançamento desse disco, os irmãos também estavam gravando o seriado deles na Rede Globo e todas as canções fizeram parte da trilha sonora, exceto “Eu Posso Quase Tudo”. Devido ao enorme sucesso do disco e da canção título, no ano seguinte foi lançada a versão ao vivo intitulada “Quatro Estações – O Show”. 

Confira as 14 faixas desse sucesso sem medidas chamado “Sandy e Junior” em As Quatro Estações

“Imortal” é um dos grandes singles do álbum e, além de ser a versão de “My Immortality” da Celine Dion com parceria do Bee Gees, fez parte da época e todo mundo queria ter o fôlego da Sandy ao cantar o finalzinho da música. 

- PUBLICIDADE -

“A Arte Do Coração” marca a instrumentalidade como um compasso preciso na música, bem como o amor ingênuo adolescente impregnado na letra “não sei se você me ama, mas eu amo você“.

Junior faz um trabalho excelente em “Aprender a Amar”, música que o fez o vocalista principal e marca sua estreia como compositor.

“Bye, Bye” revela a base tradicional das músicas dos anos 90/2000 que abusava de violino e piano com uma bateria leve e as letras românticas de jovens apaixonados.  

“Eu Quero Mais” mostra uma das pautas emblemáticas na juventude da época “ser feliz”, distinguindo totalmente dos pancadões de hoje, a adolescência infanto-juvenil de 20 anos atrás se empolgava em coisas triviais como “dançar, correr, ação total, aproveitar o que é legal”, implicando que a ânsia pela brincadeira ainda era permanente. 

- PUBLICIDADE -

“Olha O Que O Amor Me Faz” música que Sandy assina a composição e um dos hits que emplacou nas rádios brasileiras e entrou nas paradas de sucesso e fez parte da trilha sonora da novela “O Cravo e a Rosa”. 

“Sua Estrela Sou Eu” relembra os antigos clássicos da banda que soa menos ritmado e com uma melodia mais pautada. 

A batida pop de “Príncipe Dos Mares” além de elencar o seriado “Sandy e Junior” relembra hits da época. 

“Vamo Pula!” tornou-se muito popular e uma das mais conhecidas da dupla, praticamente um clássico desse álbum. 

Baby, Eu Já Sabia tem o apelo sertanejo como base instrumental da música que flerta com o country norte-americano mesclado com pop music. 

- PUBLICIDADE -

“Outdoor” é a canção menos famosa do álbum, mas reserva um solo de gaita encantador. 

“Eu Posso Quase Tudo” começa com um solo de saxofone digno de um Kenny G, um dos mais populares saxofonistas do século. A letra é um retrato da solidão vivenciado ao longo da adolescência “posso gritar, mas quem vai me  ouvir” cantarola Sandy. 

“As Quatro Estações”, música composta pela Sandy, é a faixa título do álbum e um sucesso desmedido que marca o auge do dueto. Como dizem atualmente ” é um verdadeiro HINO”.

A última canção do álbum “Maliacantada em italiano fez parte da novela global “Terra Nostra” e já dava sinais da futura carreira internacional que a dupla se lançaria nos próximos álbuns. 

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem Sandy, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!


REVER GERAL
"As Quatro Estações" (1999)
Avatar
Fé, arte e cultura. Nada é secular, tudo é sagrado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!