Samuel Rosa explica as origens da faixa “Esquecimento”

Skank
Foto: Diego Padilha – I Hate Flash / Rock in Rio – Divulgação.
- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Continuando seu quadro chamado “Como Eu Fiz Essa Canção”, em seu canal do Youtube, Samuel Rosa, vocalista e guitarrista da banda brasileira Skank, explicou tudo por trás da faixa “Esquecimento”, uma parceria com o cantor e compositor Nando Reis e parte do nono álbum do grupo, “Velocia” de 2014.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Explicando as inspirações em que se baseou para “Esquecimento”, Samuel Rosa explicou a conexão da faixa com os lugares onde nasceu e cresceu, além de elogiar seu companheiro de composição: “Eu adoro a letra porque ela fala de coisas que são… para mim, remetem muito a Belo Horizonte e a Minas Gerais. […] Uma letra super delicada do Nando Reis”.

- ANUNCIE AQUI -

No quadro “Como Eu Fiz Essa Canção”, o vocalista do Skank já cobriu diversos sucessos da banda, como “Jackie Tequila”, sobre o qual você pode ler mais aqui na Nação da Música, e até “Pacato Cidadão”, como você acompanhou aqui na NM.

- ANUNCIE AQUI -

No player ao fim desta matéria, você pode conhecer mais sobre “Esquecimento” no vídeo no canal do Youtube de Samuel Rosa.

- ANUNCIE AQUI -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Samuel Rosa, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e sua família. Não se esqueça que a vacinação contra a COVID já está disponível em todo o Brasil. Aqueles que já receberam a 1ª e a 2ª dose, lembrem-se de tomar a dose complementar e mesmo após vacinação completa, é necessário seguir as medidas de cuidado necessárias para contermos o coronavírus. Cuide-se!

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -
Estudante de jornalismo, não-binárie e apaixonade por música. Sempre aberte para ouvir qualquer gênero, artista ou década. O universo do pop, principalmente hyperpop, k-pop e synthpop, é onde eu vivo e sobrevivo.