nx-zeroNão dá pra contestar o quão grande é a trajetória do NX Zero, afinal, mais de 15 anos de estrada não é pra qualquer um. Nesse tempo tivemos a oportunidade de acompanhar o crescimento e todas as conquistas que a banda alcançou – não é a toa que Di foi chamado para assumir a bancada do X Factor Brasil. Mas um dos projetos mais ousados e marcantes do grupo sem dúvidas foi o “Projeto Paralelo” de 2010.

Com esse álbum, os membros queriam mostrar um lado diferente, ainda não explorado, mas de forma totalmente paralela aos outros trabalhos. Para isso, eles assumem a veia hip-hop e convidam artistas de peso para a gravação, como Marcelo D2, Chorão, Gabriel O Pensador e Emicida. As 15 faixas são compostas por quatro inéditas e releituras de antigos sucessos da banda, entre elas, claro, vale destacar a grandiosa “Só Rezo 0.2”, feat. com Emicida, Yo-Yo e DJ King.

O single já chamou bastante a atenção dos fãs pelo seu teor mais forte e sério no álbum “Sete Chaves” (ouça), e os versos do rapper paulista acrescentou ainda mais peso na música. Nesta nova versão, Emicida assume a maior parte dos versos, somado pela pequena participação da americana Yo-Yo e o remix feito pelo DJ King. O relançamento foi muito bem recebido e teve o sucesso comercial esperado, ganhando altas reproduções nas rádios naquele ano.

Para a comemoração dos 10 anos de NX Zero, a banda convidou Emicida para dar vida a música mais uma vez, subindo aos palcos em show especial de 2011 para uma performance de quase 7 minutos de “Eu Só Rezo” – o que totaliza três versões do mesmo single. O sucesso foi realmente grande, mas “Projeto Paralelo” também trouxe outras vitórias, como a nova versão de “Cedo Ou Tarde” com o eterno Chorão, e a inédita “Onde Estiver” com o raper Freddie Gibbs, outro grande acerto da banda.

Participe do Throwback e mande sugestões de algum momento da música que gostaria de relembrar! Não deixe de curtir nossa página no Facebook e acompanhar as novidades do NX Zero, Emicida e da Nação da Música.

- PUBLICIDADE -