Trilha Sonora: 56 músicas da série “O Gambito da Rainha”

O Gambito da Rainha
Créditos: Divulgação/Netflix.
- PUBLICIDADE -
Siga @nacaodamusica no Twitter
- PUBLICIDADE -
Siga @nacaodamusica no Twitter

Em Outubro, a Netflix disponibilizou na plataforma “O Gambito da Rainha”, estrelado pela atriz Anya Taylor-Joy (“A Bruxa”, “Fragmentado”). A história é centrada na história de Beth Harmon, uma órfã que aprende a jogar xadrez com o zelador do orfanato para onde vai após a morte de sua mãe.

A trama acontece entre a metade dos anos 50 até os anos 60, é narrada em sete episódios, sendo baseada no livro de mesmo nome do autor norte-americano, Walter Tevis. Desde o lançamento no streaming, no dia 23 do mês previamente mencionado, a série marcou presença no TOP 10 brasileiro em todas essas semanas.

- PUBLICIDADE -

Além de Anya, também estão no elenco: Marielle Heller (“O Diário De Uma Adolescente”), Bill Camp (“Joker”, “12 Anos de Escravidão”), Thomas Brodie-Sangster (“O Amor Acontece”, “Maze Runner – Correr Ou Morrer”), Harry Melling (“Harry Potter”, “O Diabo de Cada Dia”).

Grande parte das músicas originais tocadas ao longo da história foram compostas por Carlos Rafael Rivera, ganhador do Emmy em 2018 na categoria “Outstanding Original Main Title Theme Music”, pela minissérie “Godless”, também da Netflix. No final desse post, tem uma playlist para você curtir outras canções presentes em “O Gambito da Rainha”.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

“Jolene!” é um instrumental, de Carlos Rafael Rivera, que aparece tanto no final do primeiro episódio “Openings” quanto na abertura do segundo “Exchanges”, também no encerramento de “Adjournment”. Além disso, também é o nome de uma das personagens, interpretada pela novata Moses Ingram.

“Comin’ Home Baby” começou sua trajetória musical como um instrumental, elaborado por Ben Tucker, mais tarde o músico Bob Dorough compôs uma letra para ela. A versão de Quincy Jones apareceu no disco “Quincy Jones Plays Hip Hits” de 1963, junto com outras canções populares de diversos artistas da época.

- PUBLICIDADE -

Embora tenha se tornado conhecida pela versão do The Vogues, “You’re The One” na verdade foi criada originalmente por Petula Clark e Tony Hatch, tendo sido gravada pela primeira vez em 1965. A faixa integra o álbum “Meet The Vogues”, do mesmo ano.

Os californianos da banda The Association emplacaram o hit “Along Comes Mary” com o primeiro compilado da carreira, intitulado “And Then… Along Comes the Association”, de julho de 1966. Ouvimos a canção no capítulo “Middle Game” enquanto Beth está bebendo e arrumando o apartamento.

“Fever” foi lançada em 1956 por Little Willie John, composta colaborativamente por Eddie Cooley e John Davenport. Desde então, ela foi regravada por diversos artistas, tais quais Madonna, Beyoncé, Ella Fitzgerald, entre outros. Em “Gambito” a versão escolhida foi a da inesquecível Peggy Lee, ao longo da quinta parte desse enredo.

- PUBLICIDADE -

Encerramos esse post com uma das faixas que eu achei mais bacana dessa trilha sonora, “Venus” da banda holandesa Shocking Blue. Esse trabalho integra o álbum “At Home” de 1969 e ajudou o grupo a alcançar a popularidade nos Estados Unidos. A música voltou a fazer sucesso mundial nas vozes da dupla inglesa conhecida como Bananarama.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Trilha Sonora, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -