Amy Winehouse: Há 9 anos a cantora britânica nos deixava

- PUBLICIDADE -
amy winehouse
Divulgação
@nacaodamusica

Nesta quinta-feira (23), um triste acontecimento completa 9 anos: a morte da cantora e compositora britânica Amy Winehouse.

Dona de uma voz forte e de canções extremamente pessoais, Amy faleceu prematuramente aos 27 anos em 2011 na cidade de Londres, Inglaterra. Apesar do curto tempo de vida, a jovem deixou um importante legado na música: das canções originais “Back To Black”, “Rehab” e “Tears Dry On Their Own”, a uma versão de “Valerie” da banda The Zutons e a influência para cantoras como Adele e Duffy.

View this post on Instagram

14.09.1983 – 23.07.2011 ?

A post shared by Amy Winehouse (@amywinehouse) on

Outro destaque da trajetória da artista é a sua parceria com o produtor Mark Ronson. Os dois trabalharam juntos em “Back To Black”, disco que rendeu a Amy um Grammy na categoria “Best Pop Vocal Album” em 2007. Naquela noite, o sucesso “Rehab” também foi premiado como “Record of The Year”, “Song of The Year” e “Best Female Pop Vocal Performance” e a própria cantora como “Best New Artist”.

Até hoje a obra da artista está entre as mais consumidas no mundo. O vinil de “Back To Black”, por exemplo, é um dos mais vendidos deste ano até o momento no Reino Unido.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Amy Winehouse, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -