Juliette estreia show em São Paulo com megaprodução e status de diva pop

Juliette
Foto: @RafaelStrabelli / Espaço Unimed.
- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Juliette, a grande vencedora do Big Brother Brasil 2021 não ganhou – e nem participou – do The Voice Brasil, mas poderia muito bem ter levado o primeiro lugar no programa musical também, porque talento para tal a paraibana tem.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

No show desta sexta (13), no Espaço Unimed (antigo Espaço das Américas), em São Paulo, Juliette estreou o seu show “Caminho” na capital paulista com a casa lotada e impressionou com uma megaprodução de palco impecável, digno de um concerto de diva pop.

- ANUNCIE AQUI -

Usando vestido longo de cor clara e coroa, remetendo ao ar angelical de Florence Welch, do Florence + The Machine, Juliette se mostrou pronta para o palco; demonstrou segurança – resultado de muitos ensaios – e pouquíssima timidez. Sua humildade, ponto forte que a fez conquistar tantas pessoas durante o BBB, era sentida quando conversava com o público entre as músicas.

- ANUNCIE AQUI -

Os seus fãs – em sua maioria conquistados pela participação da advogada e maquiadora no reality da Globo – são outro ponto que favorecem demais o show; são realmente fieis à vencedora do programa e a apoiam intensamente, assim como fazem os fãs de divas pop.

- ANUNCIE AQUI -

O repertório do show é uma homenagem às raízes musicais nordestinas de Juliette. Além de apresentar canções de seu EP de estreia autointitulado, lançado em 2021, a apresentação é recheada de versões de Elba Ramalho, Chico César, Zeca Baleiro, Alceu Valença (com “Anunciação” e “Morena Tropicana”), Zé Ramalho, Fagner, entre outras.

Juliette
Foto: @RafaelStrabelli / Espaço Unimed.

A dupla sertaneja Israel & Rodolffo deram o ar da graça aparecendo no telão para cantar a música “Sobre” em dueto com Juliette, e teve também homenagem à Marília Mendonça com a ex-BBB interpretando “De Quem é A Culpa?”.

- ANUNCIE AQUI -

Outro momento que levou os fãs a cantarem em uníssono com a ídola foi na empoderada “Triste, Louca ou Má”, da banda Francisco, El Hombre. A versão ficou nacionalmente conhecida quando Juliette cantava a canção à capela durante sua participação no programa. E podemos dizer que foram nesses momentos que o Brasil percebeu o poder vocal e afinadíssimo da participante.

Também houveram versões de hits de Anitta (“Deixa Ele Sofrer”), Duda Beat (“Bixinho”) e Marina Sena (“Por Supuesto”). Ao final do concerto, dois hits tão esperados da noite: a super dançante “Un Ratito”, parceria de Juliette com o DJ Alok, e a autoral “Vixe Que Gostoso”.

- PUBLICIDADE -

Juliette saiu de um palco (do Big Brother) pronta para outro. A turnê “Caminho” está apenas começando e, se continuar nesse pique, Juliette só ganhará mais experiência com o tempo, o que a fará crescer ainda mais como artista. Como ela mesma costuma dizer: “Nunca foi sorte, sempre foi Deus”.

Texto por: Itaici Brunetti

- ANUNCIE AQUI -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Juliette, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e sua família. Não se esqueça que a vacinação contra a COVID já está disponível em todo o Brasil. Aqueles que já receberam a 1ª e a 2ª dose, lembrem-se de tomar a dose complementar e mesmo após vacinação completa, é necessário seguir as medidas de cuidado necessárias para contermos o coronavírus. Cuide-se!

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -
A redação é comandada por Rafael Strabelli, Editor Chefe e Fundador da Nação da Música, que existe desde 2006. O site possuí mais de 20mil publicações entre notícias, shows, entrevistas, coberturas, resenhas, videoclipes e muito conteúdo exclusivo.