Rec-Beat Festival: Assista na íntegra a edição de 2021

Céu
Foto: Rafael Strabelli / Nação da Música
- PUBLICIDADE -
Raízes da Mamma
- PUBLICIDADE -
Meu Funeral

Aconteceu no domingo de carnaval (14), mais uma edição do Rec-Beat festival, um dos maiores festivais de música do país. Reunindo nomes como Céu, O Terno, Mateus Aleluia, Alice Marcone, Mc Troia e outros, o evento precisou se reinventar para se adequar ao cenário atual causado pela pandemia de Covid-19, sendo realizado pela primeira vez ao longo desses 25 anos, digitalmente.

- PUBLICIDADE -
Meu Funeral

Comandado por China e Roberta Estrela D’Alva, o festival teve uma duração de quase cinco horas e trouxe a vibe carnavalesca com performances gravadas em locais de São Paulo e Pernambuco, fazendo uma ponte entre os dois estados. O evento foi transmitido pelo canal do Youtube do Rec-beat e você pode conferir na íntegra no player ao final da publicação.

- PUBLICIDADE -

Abrindo as apresentações dessa edição, a orquestra SpokFrevo iniciou sua performance no Marco Zero, lugar central do carnaval de Recife. “Aqui, estar aqui no Marco Zero, é se alimentar do que há de mais sagrado, do espirito da cidade, do povo, das manifestações, da manifestação, o Frevo, eu adoro estar aqui e venho sempre. E sempre digo, sem exagero nenhum, que escuto as ruas tocando”, disse Maestro Spok.

- PUBLICIDADE -

O registro também apresenta drops de poesia, dança, música e relatos. A produção foi do Ao Redor, com direção de filmagem da Panamá Filmes e idealização do Rec-Beat Produções.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Rec-Beat, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -

Estudante de jornalismo que escuta rock triste e chora pelos cantos