Rock in Rio: Confira os destaques do Palco Mundo desta sexta-feira (15.09)

Após o cancelamento de última hora da cantora Lady Gaga por motivos de saúde, muito se questionou sobre como ficaria o primeiro dia de evento. Será que o público teria desanimado? Bem, alguns sim, porém outros (até por não ter muito escolha, após gastos com hospedagem e avião) não desistiram de dar o seu “close” pela Cidade do Rock. Alguns fãs mantiveram o look claramente preparado para receber a Mother Monster, desfilando com os chapéus rosa em referência ao álbum “Joanne”, outros apostando forte na criatividade. Após um show surpresa de Pabllo Vittar no espaço Itaú e de curtir os shows do Palco Sunset, iniciou-se a primeira noite do Palco Mundo.

Com um discurso sobre acreditar num mundo melhor e em como a união entre todos pode nos ajudar a chegar lá, a super modelo Gisele Bündchen foi a primeira a pisar no principal palco do Rock in Rio. Ela fez o lançamento do movimento Believe.Earth, que visa mobilizar globalmente as pessoas quanto à questões como as ecológicas. Bem emocionada, finalizou cantando “Imagine” do John Lennon de mãos dadas com Ivete Sangalo.

Ivete Sangalo

Não foi só a roupa da baiana que brilhou no Palco Mundo. Após o show de fogos, Ivete Sangalo subiu ao palco radiante. Além de emocionada por estar no festival, a cantora cita várias vezes sua gravidez (serão duas meninas!) como motivo de sua felicidade. Não que houvessem dúvidas, mas a carismática artista deu conta de animar o público presente desde a primeira música, trazendo desde sucessos antigos como “Eva”, “Sorte Grande” e “Chupa Toda”, bem como a recente “À Vontade” lançada com Wesley Safadão. Ivete relembrou ainda o grande artista Cazuza, com “Pro Dia Nascer Feliz”, recebendo no palco bandeiras contra o racismo, contra a homofobia e com a mensagem à favor da Amazônia, “S.O.S. Amazônia”. Com um show que até pareceu curto demais, Sangalo ainda lembrou os conterrâneos do É o Tchan e as cantoras Cláudia Leite e Daniela Mercury, além de cantar faixas como “Abalou” e “Beleza Rara”.

Pet Shop Boys

O dupla entra no Palco Mundo de forma pontual e, ao contrário do que se poderia pensar, não deixou a energia baixar entre os presentes. Apesar de um nome histórico para o mundo da música, inicialmente o Pet Shop Boys parece uma proposta diferente da que o Palco do dia 15 coloca. Contudo, o pop inglês com uma boa pegada eletrônica botou a Cidade do Rock para dançar, mesmo quem não os conhecia. Algumas das canções tocadas foram “Burn”, “It’s a Sin” e “Always On My Mind”, que fechou o show do duo, ambos demonstrando bastante alegria pelo momento.

5 Seconds of Summer

Uma boa quantidade de fãs dos australianos marcou presença na Cidade do Rock, com camisas, cartazes e a vontade de ver os rapazes bem de perto. Com poucos minutos de atraso, o grupo entra no Palco Mundo ao som de “Girls Talk Boys” e “Hey Everybody”. Quem sabia, cantava a letra com todas as forças, porém nem todo mundo conhecia a banda. Estes, se dividiram naqueles que aproveitaram o momento para descansar e naqueles que se divertiram com o som pop-rock. O vocalista principal, Luke Hemmings, teve bastante presença de palco, se esforçando para animar um público que terminou a ficar morno. Os demais integrantes também foram bem simpáticos. Demais canções como “Good Girls” e “Outer Space” também foram apresentadas, sendo “Amnesia” um dos momentos de maior engajamento do público.

Maroon 5

Finalmente chegara o grande momento da noite, o headliner do dia. A princípio, como mencionamos, os fãs de Lady Gaga pareciam conformados, apesar de um certo ar de desapontamento ser notável. O público recebeu bem o Maroon 5, que sem mencionar Lady Gaga, fez um show sem muitas firulas, mesmo com o carisma de Adam Levine e os demais integrantes. Com cerca de 19 canções na setlist, dentre as quais os hits “Harder to Breath” e “Misery” e a recente “Don’t Wanna Know”, os americanos colocaram o público para dançar em “Animals”, “This Love” e fizeram um momento bonito com “Payphone”, iniciando-a a capella, com um público engajado. Eles ainda cantaram “The Girl From Ipanema”, a qual Adam confessou estar bem nervoso para performar. Não havia o que se preocupar, contudo. Ele mandou bem no português e o público aplaudiu bastante. A apresentação termina animada com o grande hit “Sugar”, porém logo quando a banda saía do palco, os presentes puxaram um trecho de “Bad Romance” de Lady Gaga, quase um marco de que eles “perdoam, mas não esquecem”.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o Rock in Rio, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: FacebookTwitterSpotify e Instagram.

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO!