Baterista confirma fim do Motörhead após morte de Lemmy

motorhead

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Um dos primeiros integrantes do Motörhead a se pronunciar após morte de Lemmy Kilmister, o baterista Mikkey Deed afirmou que a banda acabou. Em entrevista ao Expressen desta quarta-feira (29), o músico explicou que “Lemmy era o Motörhead” e que o grupo não irá fazer turnês e lançar novos álbuns sem o vocalista.

- ANUNCIE AQUI -

Na entrevista Deed destacou a força de Lemmy, que mesmo já com graves problemas de saúde, se apresentou com o Motörhead em todos os shows da banda na turnê europeia. Segundo ele, o vocalista foi até o fim ao lado de seus colegas de banda.

- ANUNCIE AQUI -

“Ele já estava muito magro, gastava toda sua energia no palco e depois ficava muito, muito cansado. É incrível que ele ainda conseguisse tocar, que pudesse terminar a turnê. Isto foi há apenas 20 dias. Inacreditável. É fantástico que fomos capazes de encerrar a turnê com ele. Não tivemos que cancelar nenhum show por causa dele. Estou incrivelmente grato por todos esses anos e pelo tempo que tivemos juntos”, disse o baterista.

- ANUNCIE AQUI -

A notícia da morte de Lemmy pegou roqueiros do mundo todo de surpresa. Pela internet, centenas de artistas e fãs postaram homenagens ao vocalista, vítima de um câncer já está em estado avançado. De acordo com Mikkey Deed, apesar do fim da banda, o grupo será sempre lembrado por sua história.

“O Motörhead acabou, é claro. Lemmy era o Motörhead, mas a banda continuará viva na memória de todos”, acrescentou.

- ANUNCIE AQUI -

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades do Motörhead e da Nação da Música.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- PUBLICIDADE -