Eagles of Death Metal fala sobre ataque terrorista sofrido em Paris

Na tarde desta quarta-feira (18) a banda Eagles of Death Metal se pronunciou oficialmente a respeito dos ataques terroristas em Paris, na França, no dia 13 de setembro. O grupo se apresentava na casa de show Bataclan, quando atiradores invadiram o local e mataram quase 70 pessoas. Em uma foto publicada no Facebook, a banda diz ainda estar horrorizada pelo ocorrido e confirmou que os shows da turnê europeia foram suspensos.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Na publicação a banda diz que apesar de já estar segura em casa, ainda tenta entender o que aconteceu na noite da última sexta-feira (13). Os músicos afirmaram que seus pensamentos e corações estão com o “irmão”, o gerente de merchandising Nick Alexander, os membros da gravadora Thomas Ayad, Marie Mosser e Manu Perez e os fãs, que foram vítimas do ataque.

- ANUNCIE AQUI -

“Embora unidos em luto com as vítimas, fãs, famílias, cidadãos de Paris e todos os afetados pelo terrorismo, estamos orgulhosos em estar juntos, com nossas famílias, agora unidos por um objetivo comum de amor e compaixão”, diz um trecho do post.

- ANUNCIE AQUI -

A banda ainda agradeceu aos esforços das polícias francesa e americana, que ajudaram a todos da melhor forma possível durante os minutos de terror vividos em Paris. O comunicado é encerrado com a frase em francês “Vive la musique, vive la liberté, vive la France, and vive EODM”.

- ANUNCIE AQUI -

O Eagles of Death Metal é uma das atrações do primeiro dia do Lollapalloza 2016. O grupo é formado pelos músicos Jesse Hughes e Josh Homme, vocalista do Queens of the Stone Age. Devido aos compromissos do QOSA, Homme não estava participando da turnê europeia do Eagles.

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades do Eagles of Death Metal e da Nação da Música.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.