Fergie revela em entrevista que alucinava diariamente por conta das drogas

FergieEm recente entrevista ao site inglês iNews, a cantora Fergie, ex-integrante do Black Eyed Peas, detalhou seu consumo de drogas no passado e as consequências do abuso.

Ela revelou que usava ecstasy e metanfetamina e os impactos disso ela sentia em seu cotidiano. “Eu estava sofrendo de psicose e demência induzidos quimicamente. Eu alucinava diariamente”, revelou.

Fergie ainda disse que está sem usar drogas há mais de dezoito anos, mas que o consumo foi tão alto que demorou para os efeitos colaterais acabarem. “Foi um ano depois de ter parado com a droga para o meu cérebro ficar livre da química e eu parar de ver coisas. Eu ficava lá sentada, vendo abelhas ou coelhos aleatórios”, detalhou a ex-integrante do Black Eyed Peas.

Ela definiu sua questão com as drogas como algo que era divertido até o dia que parou de ser, mas que tira uma mensagem positiva disso tudo. A cantora diz que sua força, fé e esperança por algo melhor vêm daí.

Em 2017, a artista esteve no Brasil, onde se apresentou no Rock in Rio. A atração ficou marcada pela apresentação com Pabllo Vittar. Além disso, também em setembro, Fergie lançou seu segundo álbum solo “Double Dutchess” e você pode ouvi-lo aqui.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte Fergie, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram. Assista ao clipe “A Little Work”, seu videoclipe mais recente: