Sexta-feira chegou e eu resolvi falar sobre uma das minhas cantoras favoritas de todos os tempos: Beyoncé. Disco após disco essa mulher vem surpreendendo o mundo inteiro, mas a escolha de hoje é um dos meus favoritos – se não o favorito – “I am… Sasha Fierce”.

Lançado em junho de 2008, o terceiro disco da Beyoncé teve a intenção de ser divido em duas categorias que mostravam o contraste da Beyoncé como artista. A primeira parte “I am…” apresenta músicas pop mais lentas, assim como baladas R&B. Já a segunda parte se foca em músicas mais eletrônicas, mostrando o alter ego da artista “Sasha Pierce”. O disco vendeu mais de 8 milhões de cópias no mundo, teve 7 indicações para o Grammy, sendo que conquistou 5 prêmios.

Melhor música: Como o álbum é praticamente dividido em dois, eu me sinto no direito de escolher duas músicas. “If I Were a Boy” e “Sweet Dreams” são duas faixas que merecem atenção, mas não podemos esquecer do single mais famoso do disco, “Single Ladies”, o qual eu arrisco dizer que até hoje você tenta aprender a coreografia.

Ponto Forte: O fato de mostrar duas faces da cantora. Você sai de um momento mais reflexivo, com músicas lentas e entra em um universo totalmente diferente que te apresenta a uma mulher completamente independente. É bom ver um lado mais emotivo e depois um mais ousado. E para quem gosta de colocar o volume no máximo e dançar, “Sasha Fierce” é sempre uma boa escolha.

Ponto Fraco: Alguns não consideram o álbum muito verdadeiro da parte da cantora, fazendo com que a primeira parte “I am…” se torne monótona. Além de que, para mim, a melhor parte do álbum é o show ao vivo (que faz com que o álbum não seja tão atrativo).

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades da Nação da Música. Ouça “I am…Sasha Pierce”:

- PUBLICIDADE -