Bebe Rexha
Divulgação

Está sendo um ano agitado para Bebe Rexha. Em 2018, a cantora divulgou o primeiro disco de sua carreira, “Expectations”, está bombando com o single “I’m A Mess” e já até mesmo esteve no Brasil! Ela veio como atração de abertura da “Witness: The Tour”, da Katy Perry, em março.

A Nação da Música teve a oportunidade de conversar com Bebe Rexha sobre a vinda ao Brasil, seu trabalho de estreia e também sobre “I’m A Mess”.

Entrevista por Marina Moia.

————————————————————————————- Leia a íntegra:

Oi, Bebe! Obrigada por conversar com a gente hoje. Você deve estar muito feliz com todo o sucesso do single “I’m A Mess”, tanto o vídeo como nas paradas musicais. Pode nos falar um pouco de como foi trabalhar nesta música e também no videoclipe?
Bebe: Eu queria escrever uma música com a qual meus fãs pudessem celebrar suas imperfeições. Ninguém é perfeito! Essa música sou eu cantando para mim mesma também, falando “olha, eu também não sou perfeita!”. Tem dias em que eu acordo feliz e dias em que acordo triste. Alguns dias eu acordo ótimo e em outros estou uma bagunça. Essa música é sobre celebrar isso. Celebrar suas inseguranças, celebrar suas imperfeições.

E eu quis fazer um videoclipe que foi teatral e divertido. Nós gravamos num hospital psiquiátrico e eu sempre fui muito honesta com meus fãs sobre a minha ansiedade e sobre amor próprio. Espero que essa mensagem seja transmitida e ajude meus fãs a não se sentirem tão sozinhos.

- PUBLICIDADE -

Seu disco, “Expectations”, foi lançado em junho deste ano. Qual mensagem queria passagem com ele, como um todo?
Bebe: “Expectations” é sobre a vida no geral. Ela sempre nos traz coisas que não esperamos, surpresas. Quando achamos que algo acontecerá do jeito que planejamos, mas não acontece e nos decepcionamos, tudo isso tem um motivo, entende?

Então, o disco é sobre a vida e sobre eu estar aprendendo e evoluindo como uma mulher. Simplesmente me tornando mais sábia.

Você está sempre colaborando com outros artistas, como Louis Tomlinson, Rita Ora e, claro, Florida Georgia Line. O que mais gosta nestas parcerias?
Bebe: Acho que gosto de colaborar com outros artistas porque adoro essa troca de energias. A energia no estúdio, a energia no palco, é muito mais divertido quando estamos com outra pessoa.

Tem alguém com quem você sonha fazer alguma parceria no futuro?
Bebe: Eu adoraria trabalhar com a Beyoncé ou Kanye West.

- PUBLICIDADE -

Como foi a experiência de vir ao Brasil com a Katy Perry no começo do ano?
Bebe: Sabe, eu nunca tinha ido ao Brasil e ir com a Katy Perry foi tão legal! A melhor maneira de ir ao Brasil, sabe? [risos] Os fãs são incríveis, os shows… eu nunca tinha visto tantas pessoas num lugar só! De verdade, foi incrível e eu vivi os melhores momentos da minha vida.

Você teve tempo de passear pelo Brasil, conhecer um pouco mais além dos hotéis e dos locais dos shows?
Bebe: Eu fui à praia, comi churrasco e experimentei todos os tipos de comida possíveis. O cheese bread, não sei como vocês o chamam…

Pão de queijo!
Bebe: Isso! É uma delícia! Então, experimentei muita comida e consegui me divertir bastante, na verdade.

Tem planos para voltar ao Brasil para uma turnê própria?
Bebe: Sim! Estou planejando uma turnê no momento e o Brasil definitivamente está na lista! Estou só arquitetando como tudo irá funcionar…

Gostaria de mandar uma mensagem aos fãs brasileiros?
Bebe:
 Quero dizer a todos que amo muito vocês! Mal posso esperar para voltar! E, quando voltar, espero que a gente se divirta muito e festeje a noite toda, curtindo muita música.

- PUBLICIDADE -
Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte Bebe Rexha, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.