Em menos de um mês, a banda You Me At Six irá lançar seu mais novo disco de estúdio, intitulado “VI”, sucessor de “Night People”, de 2016. Pelas músicas que já foram lançadas, podemos perceber que será um trabalho com muita energia e cheio de novos sons para o grupo britânico.

A Nação da Música teve a oportunidade de conversar com o guitarrista Chris Miller sobre detalhes deste novo álbum, a turnê comemorativa de 10 anos do primeiro lançamento deles, “Take Off Your Colours” e também sobre a vontade deles visitarem o Brasil.

Entrevista por Marina Moia.

————————————————————————————- Leia a íntegra:

Vamos falar sobre o novo álbum, “VI”! Será lançado no mês que vem e os fãs estão bem ansiosos! Pode me contar um pouco sobre como foi o processo criativo e as gravações desta vez? Teve alguma diferença entre esse e o anterior, “Night People”?
Chris: “Night People” e “Cavalier Youth”, que foi lançado antes ainda, foram ambos gravados nos Estados Unidos. “Cavalier Youth” nós fizemos em Los Angeles e “Night People” em Nashville. Então, era importante para nós que desta vez tivemos uma nova experiência, de volta às origens. A gente quis gravar no Reino Unido, na Inglaterra, e conseguimos isso.

Gravamos num lugar chamado VADA Studios com um produtor fantástico chamado Dan Austin, que é um dos nosso grandes amigos. Ele fez um trabalho incrível! O processo como um todo foi bem empolgante e divertido e provavelmente foi a vez que mais trabalhamos num álbum, em questão de horas. De segunda a sábado, trabalhando bastante mesmo nas músicas, aperfeiçoando o que estávamos fazendo. Mas não parecia trabalho, de maneira alguma. Foi bem divertido, empolgante, novo e uma experiência muito gostosa, então esperamos trabalhar com ele [Austin] novamente.

- PUBLICIDADE -

Você tem alguma música favorita do disco? Ou alguma que você está empolgado para tocar ao vivo?
Chris: Para mim, as minhas favoritas estão sempre mudando! Dizem que a banda que você faz parte deveria ser sua banda favorita, então eu realmente ouço bastante as nossas músicas. E sempre estou pensando e refletindo sobre o que podemos fazer nos próximos lançamentos, de maneira ainda melhor.

No momento, minha favorita é uma chamada “Straight to My Head”, que as pessoas ainda não ouviram. É um clássico You Me At Six, bem pop rock, com batida animada. Tem muito desse novo som, mas também as coisas clássicas que os fãs amam na banda. Estou realmente ansioso para as pessoas ouvirem essa quando o álbum sair.

Com as músicas que já foram lançadas, podemos perceber realmente que a banda está explorando novos sons e estilos. O que mais inspirou vocês durante a produção deste novo álbum? Vocês ouviram alguma banda ou artista em especial ou quando estão gravando, não ouvem nada de terceiros?
Chris: Na verdade, é um misto das duas coisas.Ouvimos mais coisas quando estamos compondo do que quando estamos gravando de fato. Para nós, não foi nenhum artista em particular, mas sim movimentos e gêneros que realmente nos empolgou e influenciou.

Na banda, acredito que cada um de nós é influenciado por estilos musicais diferentes. Eu ouço muitas músicas de guitarra, Josh ouve muito hip hop, Matt ouve qualquer coisa que der na telha, ele está sempre faminto por novas músicas. Para nós, acredito que não há preconceitos, não tem um estilo que seja proibido. Vamos sempre tentar de tudo. É muito renovador.

- PUBLICIDADE -

Antes, com outros discos, a gente não finalizava até que tudo combinasse e trabalhasse entre si. Mas dessa vez, nós meio que simplesmente jogamos tudo, misturamos, e esperamos que funcionasse. Sinceramente, acho que é o álbum mais completo que já fizemos. Foi bem divertido mesmo.

2018 com certeza é um grande ano para banda. Novo disco, aniversário de “Take Off Your Colours”, vocês anunciaram vários shows para os próximos meses. O que os fãs podem esperar de You Me At Six no palco?
Chris: Toda a energia de sempre. Nós sempre tentamos dar tudo de nós nos shows. É um momento bem divertido para nós, como banda, atualmente. Temos as novas músicas, a reação dos fãs com o material inédito tem sido incrível, e também temos a turnê deste primeiro disco.

Tem algumas músicas de “Take Off Your Colours” que a gente nunca tocou ao vivo, por exemplo. Então vai ser novidade para nós também. Acredito que será muito, muito bom e com certeza iremos dar tudo de nós, como sempre. Quando as pessoas forem assistir, vão realmente ver nossos melhores shows porque estamos trabalhando muito nisso.

Tem alguém na música com quem você gostaria de fazer uma colaboração algum dia?
Chris: Nossa, muitas! Acho que na banda, cada um falaria uma pessoa diferente. Para mim, sou um grande fã de artistas como John Mayer. Adoraria escrever uma música com ele, acho que seria incrível. Se você perguntar ao Josh ou Matt, eles provavelmente falariam Kanye West, algo do gênero. Mas sabe, estamos abertos a todas as possibilidades! [risos] Desde que seja divertido, porque isso é o mais importante.

Vocês tem planos de vir ao Brasil? Tenho certeza que os fãs sempre pedem bastante…
Chris: Sempre falamos isso, mas estamos tentando há muitos e muitos anos fazer uma turnê pelo Brasil. É algo que está na nossa lista de desejos e com certeza é um sonho da banda. É uma parte do mundo que ainda precisamos ir, definitivamente. Já tocamos na Ásia, na Austrália, na América, todos esses lugares incríveis, mas nunca tivemos a chance de tocar no Brasil. Com certeza vai acontecer logo porque é algo que tentamos há anos!

- PUBLICIDADE -

Gostaria de mandar uma mensagem aos fãs brasileiros?
Chris: Quero agradecer por todo apoio durante esses anos todos. Nós vemos vocês nos comentários e obrigado por essa base de fãs online. Somos muito gratos por isso. E estamos realmente fazendo de tudo para visitá-los em breve.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte You Me At Six, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.