Lana Del Rey lançava há 9 anos seu álbum de estreia “Born To Die”

lana del rey
Foto: Reprodução/Capa
- PUBLICIDADE -
Bruno Martini

Há 9 anos, Lana del Rey fazia sua estreia na mídia global com seu álbum “Born To Die”. O disco de pop alternativo foi bem recebido pela crítica e se tornou um dos grandes responsáveis pela onda de música alt pop e alt indie que dominou as rádios nos anos seguintes, nos apresentando artistas como Lorde, The Neighbourhood e Imagine Dragons, e popularizando novos trabalhos de artistas que até então não tinham tanto espaço no mainstream, como Arctic Monkeys com seu álbum “AM” (2013).

- PUBLICIDADE -
Bruno Martini

A estética visual dos videoclipes de “Born To Die” veio a se tornar uma grande marca de Lana Del Rey. A cantora se apresentou para o mundo com uma estética vintage, incorporando elementos das pin-ups dos anos 50 em seu visual, sempre figurando carros de modelos clássicos ou antigos em seus vídeos, e popularizando o conceito do casal “Bonnie & Clyde”, que consiste, em sua maioria, de relacionamentos problemáticos ou proibidos envolvendo um homem com pose de bad boy e sua fiel parceira.

- PUBLICIDADE -

O single de estreia “Video Games” foi lançado em outubro de 2011, antes do encerramento do álbum, e viralizou na internet. Trazendo imagens amadoras, filtros vintage e cenas de filmes e desenho animado, Lana Del Rey construiu uma estética própria remetendo ao sentimento de nostalgia e trazendo um sopro das décadas anteriores para o mundo moderno.

- PUBLICIDADE -

O álbum teve seis singles oficiais. A faixa-título “Born To Die” ganhou um videoclipe altamente produzido que apresentou Lana Del Rey ao mundo com sua voz melancólica através de uma estética renascentista e patriota. “Blue Jeans”, “National Anthem” e “Dark Paradise” foram outros singles dessa era, mas o grande sucesso da cantora veio com “Summertime Sadness”, uma canção triste que ganhou um videoclipe sombrio permeado pela estética visual que Lana consolidou em trabalhos anteriores.

- PUBLICIDADE -

Circulando pelos temas da juventude, patriotismo americano, álcool, drogas, relacionamentos intensos e incorporando a estética retrô em seus clipes, Lana Del Rey lançou sua assinatura em “Born To Die” e se tornou um dos grandes novos nomes do pop durante os anos de 2012 e 2013. Com sua voz etérea e sua estética lúdica, a cantora conquistou seu espaço na mídia internacional através do gênero dream pop e lançou um dos álbuns mais marcantes de sua geração. Relembre o “Born To Die” através do player do Spotify no final dessa publicação.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Lana Del Rey, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -


Caso este player não carregue, por favor, tente acessa-lo clicando aqui.

Gabriela Marqueti
Jornalista, entusiasta de cultura pop e ex-fã de One Direction.